Participaram da encontro com o deputado Neder os representantes da ASDPESP: Safira Bonilha de Oliveira, Brunno Oliveira, Marina Santos, Leonice Quadros e Érica de Oliveira

Participaram da encontro com o deputado Neder os representantes da ASDPESP: Safira Bonilha de Oliveira, Brunno Oliveira, Marina Santos, Leonice Quadros e Érica de Oliveira

O deputado Carlos Neder (PT) recebeu, nesta quinta-feira (15/12), em seu gabinete na Assembleia Legislativa, representantes da Associação de Servidores e Servidoras da Defensoria Pública do Estado de São Paulo (ASDPESP). O grupo pediu apoio do deputado para a aprovação do projeto de lei complementar (PLC 58/2015), na forma de seu substitutivo, que trata sobre a reposição inflacionária dos vencimentos do quadro de servidores da defensoria.

Segundo Érica Meireles de Oliveira, da coordenadoria para Assuntos Estratégicos da ASDPESP, o quadro de servidores no estado conta com 816 funcionários, que atuam na linha de frente no atendimento da defensoria. O projeto visa corrigir a desvalorização da categoria e teria um impacto de R$ 12 milhões no orçamento do Estado do ano seguinte, informou Érica. Neder aproveitou para lhes entregar cópia do pronunciamento que fez a respeito (leia aqui) e colocou-se à disposição para dialogar com o secretário da Casa Civil, Samuel Moreira, a esse respeito.

Os servidores/as também aproveitaram para saudar a aprovação pela Assembleia nesta semana de emenda incluída no PLC 25/2016, que assegura incluir um representante dos servidores no Conselho da Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Até então o órgão colegiado excluía a participação do pessoal do quadro de apoio, contando apenas com representantes dos defensores. De acordo com a nota pública divulgada pela associação, “tal aprovação significa um avanço democrático para a Defensoria Pública do Estado de São Paulo”, fazendo valer ainda a constituição nacional, que assegura tanto a participação de trabalhadores quanto empregadores nos colegiados dos órgãos públicos. O documento repudia ainda a tentativa de “disseminar falsas informações” sobre a falta de transparência e discussão prévia sobre a emenda aprovada, pois, segundo os servidores/as, a necessidade de garantir a representatividade dos trabalhadores fora apresentada à Administração Superior da defensoria em junho.

Também participaram da encontro com o deputado Neder, outros representantes da ASDPESP: Safira Bonilha de Oliveira, Brunno Oliveira, Marina Santos e Leonice Quadros.

Deixe uma resposta