0dda9cc7-e43c-405f-a61c-d543e66aa9aa

 

MANIFESTO DA SAÚDE

A SAÚDE EM DEFESA DA DEMOCRACIA – NÃO AO GOLPE !!!

Nós, militantes da saúde (usuários, gestores, trabalhadores, dirigentes de entidades de

trabalhadores, docentes, pesquisadores, residentes, estudantes, conselheiros e ativistas de

movimentos populares da saúde), que dedicamos nossas vidas nas últimas décadas ao

processo de construção e implementação do Sistema Único de Saúde, a partir da visão de que

a saúde é um direito social, de cidadania e, portanto, um dever do Estado, manifestamos o

nosso repúdio a qualquer tentativa de impeachment de uma presidenta eleita pelo voto

popular descumprindo o estabelecido na Constituição.

O impedimento de quem galgou o posto de presidenta da República sem que tenha cometido

crime de responsabilidade, devidamente comprovado, é GOLPE. Golpe também sobre os

avanços democráticos, na atenção universal e gratuita representados pelo SUS.

Compreendemos que a promoção, a produção da saúde e o enfrentamento dos determinantes

sociais, que possam garantir vida com mais qualidade e saúde para a nossa população, são

indissociáveis da garantia de direitos sociais e da democracia, conquistados com muita luta e

ameaçados. Aqueles que não obtiveram aprovação nas urnas e que se associam aos interesses

de empresários e financistas inescrupulosos, setores do judiciário e da mídia, mancomunados

para produzir atalhos que poderão escrever, se tiverem êxitos, uma história de trevas e atraso

Nós, que prezamos e lutamos pela democracia, não podemos aceitar essa afronta ao Estado

Democrático de Direito.

Saúde, democracia e cidadania em nosso país foram conquistas estabelecidas no contexto da

luta política pela redemocratização. Também execramos a corrupção e esperamos que o país

seja passado a limpo. Todos que cometeram ilícitos – mas todos mesmo – devem ser

investigados e punidos, dando-lhes o direito de responderem as acusações respeitado o

devido processo legal. Não vamos permitir retrocessos. Conclamamos todos os democratas a

se unirem na luta pela democracia e contra o golpe.

Repudiamos também o clima de ódio fomentado. Se nos calarmos diante desta ilegalidade

democrática, estaremos nos calando diante da intolerância com o desigual, diante da violência

contra a comunidade LGBTT, mulheres, negros periféricos. Respeito à diferença coerente com

os princípios do SUS como a equidade.

O SUS sofre há muitos anos com ataques constantes dos mesmos setores da mídia que apoiam

hoje o golpe. Uma política pública ameaçada de ampliar seu desfinanciamento com a agenda

apresentada por grupos golpistas, com graves consequências à universalidade, integralidade e

Só existe SUS na democracia!

Não vai ter golpe!!!

Deixe uma resposta