Além da ciclovia ampliada aos domingos, a Av. Paulista fica aberta para pedestres aos domingos. Foto: André Tambucci / Fotos Públicas

Além da ciclovia ampliada aos domingos, a Av. Paulista fica aberta para pedestres aos domingos. Foto: André Tambucci / Fotos Públicas

Na semana em que a gestão do prefeito Fernando Haddad recebe o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) pelo projeto Paulista Aberta e o governo João Doria entra em nova polêmica contra projetos que transformaram São Paulo em uma cidade mais equilibrada, democrática e viva, foi aprovada na Câmara Municipal o Projeto de Lei “Ruas Abertas”. Agora é preciso que o PL seja sancionado pelo prefeito, assegurando que o projeto da Prefeitura se torne uma política de Estado.

De autoria do vereador Nabil Bonduki, o “Ruas Abertas” prevê o fechamento de praças, largos e vias, temporária ou permanentemente, para atividades de lazer, esporte e cultura. De acordo com Nabil, além das “Ruas de Cultura e Lazer” e as “Ruas 24 Horas”, também foi incluída a modalidade “Vagas Vivas”, que durante a gestão Haddad ganhou o nome de “parklets”. A íntegra do PL pode ser consultada no site da Câmara  >> https://goo.gl/nxe9gO. A justificativa, para quem se interessar, também >> https://goo.gl/cRWpI6

O deputado Carlos Neder saúda a aprovação do projeto e o esforço do vereador Nabil Bonduki no sentido da democratização dos espaços públicos. “São iniciativas como essa, ousadas e inovadoras, que se espera de mandatos de esquerda e participativos como o do Nabil”.

Publicado em: 9 de dezembro de 2016

Deixe uma resposta