O deputado Carlos Neder vai se reunir, nesta segunda-feira (23/07), com o presidente do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM), João Antonio da Silva Filho, para tratar sobre os contratos de gestão com Organizações Sociais de Saúde (OSS) na capital paulista. O encontro ocorre na sede do TCM, às 10h, e devem participar também da reunião conselheiros e técnicos do TCM que atuam na análise de contratos das OSS.

A reunião marcada por Neder faz parte das diligências externas autorizadas pela CPI das Organizações Sociais de Saúde, que funciona na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O deputado Carlos Neder é o sub-relator da CPI das OSS para os contratos no município de São Paulo e havia sugerido que os trabalhos da CPI não fossem cessados durante o recesso parlamentar. Embora a Alesp ainda não tenha entrado em recesso oficialmente, a comissão optou por agendar uma nova reunião apenas para o início de agosto. Por isso as diligências externas foram autorizadas para serem realizadas mesmo que individualmente pelos parlamentares durante este período. As informações obtidas deverão constar em relatório que será entregue à presidência da CPI.

Em audiência da CPI das OSS. na Assembleia Legislativa, no começo de junho, representantes do TCM ressaltaram a dependência hoje das OSS para a prestação do serviço de saúde no município de São Paulo. De acordo com relatório do Tribunal de Contas, em 2007, 67,5% da execução orçamentária do serviço de saúde vai para as Organizações Sociais. Das 782 unidades de saúde na capital, 513 são geridas por OSS, e dos 1.341 serviços de saúde, 778 estão nas mãos de OSS. Os dados apontam também que do total de volume repassados para as OSS na capital paulista, 80% vão para o pagamento de pessoal.