O deputado Carlos Neder (PT) reiterou junto à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), nesta terça-feira (26/02), a urgência de resposta a pedido de informações, encaminhado pela Promotoria de Justiça de Penápolis, a respeito da Organização Social Santa Casa de Birigui. A instituição foi uma das investigadas na CPI das OSS, em conjunto com a OSS Santa Casa de Pacaembú. A Comissão Parlamentar de Inquérito apurou durante o ano passado na Alesp irregularidades na contratação dessas entidades privadas pelos governos do Estado e dos municípios.

O pedido feito pelo promotor de Justiça João Paulo Serra Dantas menciona o relato do deputado Carlos Neder, publicado em vídeo no Youtube no dia 13 de agosto, a respeito da oitiva realizada naquela data pela CPI e que teve a participação de representante da Santa Casa de Birigui, que também acumulava participação na gestão da Santa Casa de Pacaembu. Na ocasião, Neder comentou a falta de transparência e critérios objetivos para a qualificação, escolha e contratação de OSS, fato que ficou ainda mais evidente após o depoimento.

A Santa Casa de Pacaembu foi escolhida no final do ano passado para administrar a implantação de Ambulatório de Especialidades Médicas (AME) em Penápolis e, embora já exista imóvel alugado para esse fim, o AME permanece desativado, prejudicando o atendimento a munícipes da região.