O deputado Carlos Neder (PT) formalizou o pedido de informação ao secretário estadual da estadual, David Uip, sobre as ações da pasta quanto ao Instituto Butantan e à Fundação Butantan. Uma das preocupações a serem esclarecidas é com relação ao desvio de recursos, no valor de mais de R$ 30 milhões, praticado por funcionários. Entre os questionamentos encaminhados formalmente pelo deputado, na sexta-feira (06/10), estão informações sobre o contrato firmado com a empresa de pesquisa Cellavita Brasil, as regras adotadas para o registro de patentes e a forma de gestão financeira adotada pelo órgão bem como sobre as fontes de recursos e custeio, entre outras questões. Na teça-feira (03/10), Neder já havia questionado o secretário de Alckmin, quando participava de reunião na Comissão de Saúde da Alesp, a respeito da gestão do Butantan (veja na matéria).

O Instituto Butantan é o órgão público responsável pela produção de vacinas e outros produtos importantes para a saúde da população, a produção científica e o desenvolvimento da sociedade paulistana e nacional. “Em que pese a existência dessas atividades de especial relevância para a sociedade, diversas denúncias envolvendo prejuízos ao erário na condução do Instituto Butantan e da Fundação Butantan tem sido divulgada pela mídia”, justifica Neder. A apuração também é importante porque ambas instituições recebem recursos públicos, sendo necessário o acompanhamento de suas atividades administrativas e orçamentárias como forma de garantir a prevalência do interesse público.

Confira abaixo a íntegra do requerimento que foi protocolado. Após o recebimento do pedido, o governo tem o prazo regimental de 30 dias para responder ao parlamentar.