Foram empossados neste sábado (25) 1.113 membros eleitos para integrar o Conselho Participativo Municipal. Em março, serão eleitos outros 22 conselheiros imigrantes

 

Após serem eleitos em dezembro, 1.113 representantes da sociedade civil foram empossados como membros do Conselho Participativo Municipal em cerimônia na manhã deste sábado (25), no Auditório Celso Furtado, no Palácio de Convenções do Anhembi.

Os conselheiros empossados terão autonomia para acessar informações públicas, sugerir medidas e contestar atos do poder público nas regiões para as quais foram escolhidos pela população local. O Conselho tem entre 19 a 51 membros por bairro, de acordo com o tamanho da população, sendo em média, um representante para cada 10 mil habitantes nas 32 subprefeituras.

O prefeito Fernando Haddad, que assinou o termo de posse durante a cerimônia, ressaltou a importância da formação do colegiado independente e de mais uma forma de participação da população na gestão da cidade. As eleições para o Conselho aconteceram no dia 8 de dezembro, reuniram quase 3 mil candidatos e mais de 120 mil cidadãos puderam votar em até cinco representantes de seu bairro.

“A cidade de São Paulo é grande demais. São 11 milhões de habitantes. É preciso aumentar e muito a participação popular para que administração passe a enxergar os problemas da cidade e receba da cidade as demandas, reinvindicações, críticas, sugestões e aperfeiçoamento da gestão pública”, afirmou.

Para representar todos os empossados, subiram ao palco durante a cerimônia, os conselheiros e conselheiras mais votados, Ednalva Moraes e Elzo Gama; os mais jovens, Luna Zarattini Brandão e Gabriel Pereira; e os com maior idade, Juscelina dos Santos e Oswaldo Daud.

“A posse dos 1.113 conselheiros é a grande conquista do aniversário da cidade e apesar da responsabilidade, estamos somente começando. Existe ainda muito trabalho pela frente”, ressaltou o advogado Luciano Caparroz Pereira dos Santos, que discursou como representante da sociedade civil.

Além dos empossados neste sábado, no dia 30 de março, novas eleições serão feitas para eleger 22 conselheiros extraordinários que serão representantes de imigrantes da cidade. As inscrições irão entre 27 de janeiro a 27 de fevereiro nas 21 subprefeituras que terão eleições para os estrangeiros. Essas subprefeituras são aquelas que o Censo 2010 apontou ter pelo menos 0,5% de imigrantes.

 

Conselho e MedalhaFoto: Fabio Arantes/SECOM

 

Três casais de conselheiros foram homenageados: Os mais votados, os mais novos e os com maior idade – Foto: Fábio Arantes /Secom

 

“A posse dos 1.113 conselheiros é a grande conquista do aniversário da cidade e apesar da responsabilidade, estamos somente começando”, disse o representante da sociedade civil, Luciano Caparroz Pereira dos Santos

 

 

 

 

Deixe uma resposta