O mandato Carlos Neder, que desde o ano passado atua junto ao movimento Butantã na Luta em defesa do Hospital Universitário (HU) da Universidade de São Paulo (USP), segue acompanhando de perto a luta pela permanência do hospital junto à universidade e pela liberação de recursos para que a unidade volte a atender adequadamente a população.

Nesta sexta-feira (02/03), a partir das 10h, o mandato participa do ato de entrega à reitoria da USP do abaixo-assinado para reabrir o HU.

São 60 mil assinaturas em defesa do HU, colhidas pelo movimento ao longo de nove meses.

A concentração inicial será no Portão 3 da Cidade Universitária (próximo à Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia) na altura do número 3.000 da Av. Corifeu de Azevedo Marques. Após, os manifestantes, convidados pelo Coletivo Butantã na Luta, Adusp, Sintusp e Diretório Central dos Estudantes, caminharão até a Reitoria. De acordo com o movimento Butanta na Luta a ideia é designar uma comitiva para ser atendida pelo próprio reitor Vahan Agopyan e formalizar a entrega do abaixo-assinado.

 

Audiência

Na semana passada, Carlos Neder participou de uma comitiva parlamentar que foi recebida pelo reitor da USP, Vahan Agopyan. De acordo com Neder, o objetivo é garantir que o recurso no valor de R$ 48 mil, conquistado junto ao orçamento do estado para o hospital após intensa negociação no final do ano passado, e previsto para ser liberado ao orçamento da USP, seja de fato encaminhado ao HU.