O deputado Carlos Neder solicitou informações sobre a questão financeira do HU para a superintendência do hospital / Foto: José Antonio Teixeira/Alesp

O Coletivo Butantã na Luta caminha na Assembleia Legislativa para uma solução para a crise no Hospital Universitário (HU) da Universidade de São Paulo (USP). Em reunião nesta quinta-feira (14/12), o grupo apresentou propostas para resolver o problema da falta de investimentos e de pessoal e assim viabilizar a continuidade do atendimento de saúde à população na região. O encontro foi solicitado pelo deputado Carlos Neder (PT) ao relator do projeto do orçamento estadual para 2018, o deputado Marco Vinholi (PSDB).

De acordo com Neder, a ideia é pleitear a destinação de recursos em torno de R$ 315 milhões para serem aplicados no hospital em 2018. Para o parlamentar, também é preciso incluir no debate a indicação da fonte de recursos, se seria parte da própria receita já vinculada à USP recebida pelo ICMS, se seriam recursos novos que pudessem ser agregados mediante o relatório do orçamento estadual de 2018, ou ainda se seriam recursos advindos dos royalties do petróleo. “Não basta definir um valor global, porque a Assembleia autoriza gastos, mas não determina que os recursos sejam realmente aplicados. Precisamos garantir que efetivamente esses recursos sejam aplicados no HU”, alertou Neder.

O grupo busca rever ainda a decisão do conselho universitário, que estabeleceu um número máximo para a contratação de docentes em 2018, e a possibilidade de abrir uma exceção para o HU. Estudos apontam a falta, hoje, de 340 profissionais para o funcionamento adequado do hospital.

Neder e Vinholi conversam sobre os recursos destinados pela Alesp ao HU

Uma nova reunião do Coletivo com o relator do orçamento ficou marcada para a próxima segunda-feira (18/12), no Plenário José Bonifácio, da Assembleia Legislativa. Na ocasião, deverá ser definido o valor a ser provisionado no orçamento para o HU e como garantir que tal recurso seja colocado nesta rubrica específica, garantindo a destinação do dinheiro para o hospital e não aplicado em outra finalidade. O deputado Neder solicitou ainda uma audiência com o superintendente do HU, Waldyr Antônio Jorge, pedindo informações sobre os valores executados nos últimos anos e discriminação dos gastos com pessoal, custeio e investimentos entre outros esclarecimentos sobre a situação financeira do hospital.

Veja aqui o ofício encaminhado para a superintendência do HU com os questionamentos encaminhados pelo deputado.

 

Na foto em destaque, acima, a partir da esquerda: Vanessa Ramos, técnica de enfermagem do HU; João Zanetic, do Instituto de Física da USP; Zelma Marinho, do Sintusp; Lester Amaral Júnior, do Coletivo Butantã na Luta; Elaine Carvalho, residente de enfermagem do HU; Gerson Salvador, médico do HU; e o deputado Carlos Neder / Fotos: Luciene Leszczynski