Texto reproduzido do site da Alesp.

Discutidas propostas a serem levadas ao governador e emendas ao Orçamento

Da Redação Fotos: Roberto Navarro

 Reunida com prefeitos e vereadores nesta quarta-feira, 11/12, a Frente Parlamentar pela Duplicação da rodovia SP-255, coordenada pelo deputado Carlos Neder (PT), discutiu os encaminhamentos já tomados para agendar reunião com o governador Geraldo Alckmin e as perspectivas de serem incorporadas emendas apresentadas ao Orçamento sobre a questão.Originada pelo movimento Duplica Já, da região de Jaú, com participação do Rotary e de lideranças de Jaú e de outras cidades, a frente já realizou diversos eventos reunindo representantes de mais de 40 municípios, com mais de 50 vereadores de diferentes partidos, prefeitos e lideranças da sociedade civil.”Em decorrência da pressão popular, o governador Alckmin anunciou recentemente a duplicação do trecho da SP 255 que vai de Barra Bonita até Jaú e melhorias de Igaraçu do Tietê até São Manuel. Mas há uma reivindicação da população de que este trecho também seja duplicado e que o cronograma de obras seja revisto, já que o prazo é de 18 meses, o que atravessaria o período eleitoral. Este fato, continua Neder, cria insegurança quanto a efetiva realização das obras. Após as reuniões regionais, houve um anúncio de que o trecho da rodovia na área urbana de Avaré será duplicado, obra sob responsabilidade da concessionária SP Vias, e também de melhorias no entorno de Itaí e Taquarituba.
Emendas
Foram apresentadas emendas ao Orçamento do Estado totalizando mais de R$ 652 milhões, o que serviria, segundo Neder, para cobrir a perda de R$ 700 milhões de recursos do Tesouro estadual quando comparado o Orçamento de 2013 ao de 2014. “Analisando a proposta orçamentária para o próximo ano observa-se que o governo do Estado retirou R$ 700 milhões de dotações para o Departamento de Estradas de Rodagem, daí as emendas cobririam estas perdas. O governo do Estado está apostando que o dinheiro viria de uma operação de crédito junto ao governo federal, no valor de R$ 1 bilhão, mas não há nenhuma garantia de que este recurso virá. Tememos que apesar do anúncio de melhorias e duplicação de alguns trechos não tenhamos um orçamento compatível com as obras a serem executadas”, afirmou Carlos Neder.A preocupação externada durante o encontro é de que estas emendas ao Orçamento não sejam incorporadas ao relatório da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, o que deixaria sem nenhuma garantia a realização efetiva das obras.A frente realizou também a coleta de informações sobre que melhorias poderiam ser adotadas de imediato, antes da duplicação, para minimizar os riscos de acidentes. Este relatório e o abaixo-assinado, com mais de 100 mil assinaturas colhidas pelo movimento Duplica Já devem ser entregues ao governador Geraldo Alckmin durante audiência que será realizada em data a ser confirmada. (PM)

Deixe uma resposta