Fabíola de Campos Braga Mattozinho, presidente do Coren-SP, destacou a importância do saber científico na melhoria da qualidade da assistência à saúde

O deputado estadual Carlos Neder (PT), membro da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), participou na manhã de quinta-feira (1/09) do encontro “Enfermagem Forense: Possibilidades e Desafios”, realizado pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) no auditório do Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas. O evento teve como objetivo discutir esta nova área de atuação da Enfermagem, que embora reconhecida pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) desde 2011, ainda é pouco difundida no Brasil.

Durante a cerimônia de abertura, a presidente do Coren-SP, Fabíola de Campos Braga Mattozinho, destacou a importância da troca de experiências para alavancar esta nova especialidade no estado de São Paulo e no país. “Esse encontro é fruto de uma expectativa da categoria. Precisamos nos apropriar do tema, entender o contexto, para ampliar os horizontes e o cuidar científico, de forma solidária e humanizada”, explicou.

A ótica da interdisciplinaridade, do saber contínuo e coletivo também foi pontuada pela presidente Fabíola. “O nosso objetivo é único: trabalhar a melhor assistência à população, com cada vez mais qualificação e conhecimento”, acrescentou.

Neder no Coren-SP

Neder parabenizou a inciativa do Coren de promover o debate sobre o tema em busca de combater todas formas de violência

Neder admitiu que há uma verdadeira epidemia de violência no Brasil. “O Coren-SP está de parabéns por abrir espaço para um tema que precisa ser discutido e combatido de todas as formas”, disse, agradecendo o convite do Conselho.

O encontro contou, ainda, com a presença da presidente do Coren-PR, Simone Peruzzo, do diretor da Divisão de Doenças Crônicas não Transmissíveis, Marco Antonio de Moraes, que representou, na ocasião, o secretário estadual de Saúde, David Uip e da enfermeira Solange Regina Giglioli Fusco, diretora de Enfermagem do Instituto de Psquiatria do Hospital das Clínicas.

 

Com informações do Coren-SP

Publicado em: 2 de setembro de 2016

Deixe uma resposta