Durante a pré-conferência municipal de Saúde, em Guaianases, extremo leste da cidade de São Paulo, o deputado Carlos Neder participou da primeira mesa de discussão, momento em que defendeu a participação efetiva da sociedade na gestão da Saúde como o caminho para melhorar a qualidade do serviço. “É preciso que os Conselhos participem junto a coordenadorias, subprefeituras, onde de fato esteja o poder da tomada de decisões sobre quais são as diretrizes da política, o método das contratações de pessoal, qual a maneira de fazer compras e como vamos cuidar para que o dinheiro seja bem gasto”, destacou.

Neder fala aos conferencistas em Guaianases

Mais de 150 delegados entre usuários, gestores e profissionais da saúde aplaudiram o parlamentar quando ele defendeu uma nova “dimensão na cidadania”, caracterizada pela superação dos limites de cada conselho e o debate “multidisciplinar, intersetorial” em ambientes onde está o poder: “Ou você tem uma clara definição dentro do governo de que há interesse em fazer um trabalho matricial, trabalho articulado horizontalmente, descentralizado, inclusive recuperando o papel das subprefeituras, ou nós vamos nos matar dentro de cada uma das secretarias, não percebendo que o poder local que se consubstancia nas subprefeituras é fundamental para que tenhamos articulação das políticas públicas e que tenhamos mecanismos eficientes de participação da população que não seja apenas “sou conselheiro saúde, sou conselheiro da moradia, sou conselheiro da educação” estamos falando de uma outra dimensão da cidadania e isso tem que se expressar em ambientes onde está o poder”.

Participação foi a marca da Pré-Conferência de Saúde em Guaianases.

 

Votos para a democracia

Cada participante credenciado ganhou um crachá que permitiu usar a palavra para manifestar sua opinião e votar as deliberações do coletivo. Conselheiros de longa experiência se misturavam com novatos, trabalhadores da saúde e gestores dispostos a identificar as demandas para tornar a saúde melhor. Em cada debate e votação, o exercício do poder de escolher o que é melhor para a comunidade,. A coordenação do evento demonstrava satisfação ao perceber que a dedicação era recompensada diante de tantas manifestações e participação popular. De fato, eles merecem os “parabéns” por promover importante momento para a cidade.

Deixe uma resposta