A Frente Parlamentar pela Duplicação da SP-255 esteve reunida, nesta quinta-feira (09/11), com vereadores, representantes do executivo e da sociedade na região central do estado. Em Pratânia, à tarde, a reunião contou com a presença do prefeito Davi Pires Batista e 19 vereadores das cidades de Pratânia, São Manuel, Itaí, Areiópolis e Monte Mor, entre outros participantes. Para dar conta de atender as necessidades da comunidade local com relação às obras de melhoria da rodovia SP-255, os vereadores decidiram constituir Comissões de Acompanhamento e Fiscalização das obras em cada Câmara Municipal das cidades cortadas pela rodovia.

Reunião da Frente Parlamentar pela Duplicação da SP-255 em Pratânia

De acordo com o coordenador da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa, deputado Carlos Neder (PT), a preocupação é que o planejamento das intervenções e a concepção dos projetos envolvam pelo menos a participação de representantes dos legislativos e executivos de cada cidade atingida pelas obras. “A experiência de concessões anteriores mostra que em geral não houve um diálogo com prefeitos, vereadores, com lideranças da sociedade civil de cada um dos municípios e isso levou a problemas de ordem técnica nos projetos elaborados, então a expectativa agora é que haja a participação dos munícipes, afinal são eles que têm melhores condições de expressar as necessidades e expectativas da comunidade local a respeito das melhorias necessárias na rodovia”, salienta Neder.

Em entrevista para a Rádio Jauense após a audiência, Neder lembrou que inicialmente a ideia do governo do Estado era fazer a modernização da rodovia com recursos próprios do tesouro estadual, o que chegou a ser defendido e divulgado durante a campanha eleitoral de 2014. Depois mudaram de ideia, resultando no novo plano de concessão de rodovias e nesse contrato de concessão da SP-255, assinado no dia 23 de outubro. Neder ressalta a complexidade do contrato e a previsão de prazos a serem observados. “Tem um plano de intervenção imediata que corresponde ao enfrentamento de problemas como a existência de buracos na rodovia, árvores que precisam ser cortadas na beira da estrada e melhoria na sinalização. No entanto, isso não resolve a questão de fundo no que diz respeito às terceiras faixas, à necessidade de acostamento e também à duplicação em si”, observa o coordenador da Frente Paramentar ao ressaltar a importância das comissões legislativas regionais para o acompanhamento e fiscalização das obras.

Reunião da Frente Parlamentar pela Duplicação da SP-255 na Câmara de Vereadores de Jaú

Além disso, os edis estão mobilizados para participar da próxima reunião da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa, no próximo dia 29, às 11h, que vai contar com a participação da ARTESP, a Agência de Transporte do Estado, responsável pelos contratos de concessão de rodovias. “Pretendemos ter uma grande representação de prefeitos, vereadores, representantes da sociedade civil e órgãos de comunicação regionais para sabermos como a intervenção na rodovia será realizada, quais são os projetos que orientam a realização das obras e qual o espaço destinado à participação dos munícipes na concepção de tais projetos”, ressaltou Neder.

À noite, em Jaú, a reunião foi realizada na Câmara de Vereadores em conjunto com a Frente Parlamentar Municipal, presidida pelo vereador Vanucci. A audiência contou com a participação de prefeito Rafael Agostini, do vice-prefeito Sigefredo Griso e mais 20 vereadores de 11 municípios da região central do Estado, entre outros participantes.