O deputado Carlos Neder participou hoje do IV Fórum das CIPA’s na administração pública, no auditório Prestes Maia, na Câmara Municipal de São Paulo. Entre os convidados, o encontro contou com a presença da deputada federal e ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina.

Autor da lei que instituiu em 2001 as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA’s) na administração pública, o deputado Carlos Neder destacou a legislação em defesa da saúde e segurança do servidor público e da importância à época de sua elaboração em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

Passados 13 anos da promulgação da lei, Neder levantou sua preocupação sobre a atualidade da legislação. Conforme o deputado, ocorreram mudanças no perfil do trabalho em relação ao serviço público, que podem refletir na forma de sua representação. Em seu discurso, no legislativo municipal, ele também tratou da necessidade de uma CIPA de acordo com o perfil da Cãmara Municipal e não do Executivo.

 

Na manifestação da deputada federal Luiza Erundina, a ex-prefeita de São Paulo destacou a atuação de Neder, quando esteve à frente da Secretaria Municipal de Saúde em sua gestão. “Neder no nosso governo era uma espécie de ‘coringa’, que pela sua capacidade e experiência nos ajudava em várias áreas”, disse a prefeita.

Quanto à atuação do deputado na Secretaria de Saúde, Erundina falou da atenção do secretário e médico Neder com a população. “Ele foi o  responsável por uma política de remanejamento dos médicos para o melhor atendimento da população, apesar das resistências à iniciativa, que quase levou  à agressão”, contou a prefeita.

Para um auditório lotado de servidores públicos, além dos parlamentares já citados, a mesa foi composta por Miguel Reis Afonso (secretário adjunto da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras), Maria José de Andrade Filha (supervisora da Supervisão Geral de RH da prefeitura), Laurinda Candido de Araújo (Saúde do Trabalhador da SMSP/SGRH), Marcelo Elias Costa (presidente da CIPA SMSP-GAB), Mário Bonciani (SindSaude), Roberto Seguro (gestor do Programa Trabalho Seguro no Regional São Paulo. Juiz auxiliar da vice-presidência Administrativa e titular da 61ª Vara do Trabalhado de São Paulo) e Edgar Bovo (diretor da Associação dos Escriturários do Município de São Paulo).

Deixe uma resposta